Header Ads


Espaço Amigos da Literatura: "Força da Vida" escrito por João Angelino - Portal Vany Musik


Por: João Angelino
Revisão: Estevão Ngundia
TEMA: FORÇA DA VIDA

O cão quando morre os donos choram, mas o cão não produz nada, não fornece nada, mais é querido. 

Por quê? Porque mostra interesse no dono, abana rabo, lambe, brinca. A Vaca produz leite e morre sem ser lamentada. A Galinha produz ovos e morre sem ser lamentada. Assim, entendemos que não basta produzirmos algo se não demonstrarmos interesse amoroso nos nossos familiares e amigos. Outro detalhe interessante no cão é que o homem não desenvolve amor por ele só pelo fato de ele ser obediente, mas porque ele demonstra consideração e reconhecimento pelo seu dono.
Importar-se é essencial para os relacionamentos. 
É como um bálsamo para a dor...

A pessoa se sente querida, um abraço, um beijo de afecto aqui e ali, dizer "eu te amo"...
Se ela tiver medo, se cair, se falhar... Dizer sempre "estarei ao seu lado".
Isso transmite segurança, conforto e dá força à vida. 

Isso é importar-se, é compreender, é apoiar, é dar mão e mostrar amor. 
As palavras matam mais do que a própria morte. 
Nas Ilhas Salomão, quando os nativos quisessem parte da floresta para a prática da agricultura, eles não cortavam as árvores.

Eles simplesmente se juntavam ao redor delas e gritavam xingamentos, gritavam, gritavam, gritavam e diziam coisas ruins, em alguns dias as árvores secavam e morriam, elas morriam sozinhas.

Nossas palavras, ações e olhares são responsáveis por mil outras vidas!
Nossa vida é, mesmo sem querermos, o motor de outras vidas, nossas decisões, conversas, olhares, etc, fazem brotar sentido em outras vidas humanas.
Com tecnologia do Blogger.