Header Ads


Espaço Huambo Yetu: Macon e Ango-Real sem capacidade para atender procura - Portal Vany Musik


Por: Izilda Jorge
Fonte: Angop
Desde segunda-feira, nos terminais de embarque de ambas operadoras regista-se um enorme aglomerado de pessoas, na sua maioria estudantes, que pretendem adquirir bilhetes de passagem, apesar dos preços terem sofrido ligeiro aumento.
Lucas Chiluquessa, estudante universitário, que pretende festejar a ceia natalícia com a família, em Luanda, disse ter saído de casa muito cedo para ocupar o primeiro lugar da fila na empresa Ango-Real, mas, mesmo assim, ficou sem os bilhetes de passagem para sexta-feira e sábado, esperando, nesta altura, viajar apenas no domingo caso consiga.
Em declarações à Angop, o responsável pela área administrativa da Ango-Real, Kachala Kidinibele Besemene, informou que, nos últimos dias, a situação tem sido bastante complicada, pois a procura tem sido maior que a oferta, em quase todo o país, devido o aumento de passageiros.
Segundo ele, a empresa conta neste momento com apenas seis autocarros diários na única rota de operação (Huambo/Luanda), que regista um movimento diário de 294 passageiros, contra os 500 que procuram actualmente a operadora.
Para inverter o actual quadro, a empresa pretende aumentar mais duas viaturas na rota Huambo/Luanda.
Confirmou que desde o dia 11 deste mês, o bilhete de passagem para Luanda, passou a ser vendido ao preço de 7 mil e 100 Kwanzas, contra os 5 mil e 900 anteriores.
O responsável do Plantão Operacional da empresa Macon, David Orlando António, disse que a instituição regista, nos últimos dias, uma procura superior a oferta, sobretudo para Luanda, Benguela e Huíla.
Actualmente, os passageiros com destino a Luanda estão a pagar 7 mil e 00 Kwanzas, contra os 5mil 900 anteriores, ao passo que Huambo/Benguela o bilhete de passagem custa 5 mil e 200 kwanzas, Huambo/Lubango seis mil, Huambo/Namibe 8 mil e 200 kwanzas, Huambo/Ondjiva 11 mil e .200 kwanzas, Huambo/Menongue 5mil e 400, Huambo/Santa Clara 11mil e 900 e Huambo/Cuito 2 mil e 200 kwanzas.
Para a rota Huambo/Luanda, estão à disposição 11 a 13 autocarros, três para o Lubango, igual número para Menongue e para Ondjiva e Santa Clara, dois para o Cuito e dois para o Namibe.
FONTE: ANGOP
Com tecnologia do Blogger.