Header Ads


Espaço Amigos da Literatura: "Encontro Inesperado" Por João Angelino - Portal Vany Musik

Por: Estevão Ngundia
Texto: João Angelino

Essa nossa vida de ir atrás dos acontecimentos, levou-me ao buraco da felicidade. Como diz Ary na sua música "é só kuiar".

É muito bom quando isso acontece. Às vezes nós consideramos tão imaturos solidificar um relacionamento recente, mas é preciso lembrar-se sempre que a Manga pode amadurecer mais rápido do que quando na árvore.
Ela é uma moça exemplar e magistral. 
Tem uma sonorização na fala, que espelha sua tamanha maturidade mental e emocional. Ela é tão equilibrada nas palavras, que contam-se aos dedos as pouquíssimas palavras que ela profer. Ela está sempre a refletir. Ela é mimosa, adora carinho, abraço... É muito simpática e generosa. 

Tem motivos de sobras para ser uma menina de tanto brilho, afinal, ela perdeu o pai aos 6 anos de idade e por conseguinte a mãe, aos 8 anos. Aprendeu com a professora vida. A professora vida gosta de bater seus formandos com o sofrimento. E o sofrimento, meu amigo, não é bom chicote. Dói muitíssimo à qualquer um. Mas nesta figurativa sala de aula da vida, só os bons alunos sobrevivem salutarmente, e ela, a minha donzela, a minha rosa cor de rosa, é delegada nesta jornada. Sabe lidar tão bem com os colegas, com a professora vida e tem poucos problemas com o tio sofrimento.
A maioria dos relacionamentos conjugais, acabam-se porque estes, os cônjuges, ouvem demais os conselhos do tio Orgulho. O tio Orgulho, não é boa gente, vem mesmo só para dar Bandeiras.

Quando ele chega, dá já esses conselhos maldosos, a tia Ressentimento instala-se na casa vermelha dos alunos e aí, vão mal às aulas. 
É nestas situações que o tio Sofrimento gosta de aparecer e emitir suas dicas.
Mas a minha donzela, não se deixa abalar por isso, ela é equilibrada, séria, bonita com esquebra, determinada, brincalhona com um olhar hilariante.
Perspectiva com esperança, continuar a superar-se ao mais alto nível, apurar as competências em matéria de relacionamento conjugal e continuar a ser o cristal do olho de Deus, ser feliz e estar com Deus !
Com tecnologia do Blogger.