Header Ads


Huambo: PIIM "enterra" escombros e devolve esperança à população da Caála - Portal Vany Musik

HUAMBO: ADMINISTRADOR DA CAÁLA, FRANCISCO JAMBA KATA.
POR: Estevão Ngundia
FONTE: Angop/Huambo
Neste contexto, estão a decorrer actualmente as obras de reabilitação de dois quilómetros de estradas, dos 17 previstos no interior da cidade da Caála, cujas obras terão a duração de três meses e contemplam a colocação de lancis e a requalificação dos passeios, num investimento de 197 milhões e 400 mil kwanzas.
Em declarações à imprensa, o administrador do município da Caála, Francisco Jamba Kata, informou que para esta municipalidade foram disponibilizados um total de 2.8 mil milhões de kwanzas para a execução de sete projectos capazes de tornar, no curto prazo, a vida da população mais alegre.
Referiu que as autoridades projectam levar, pelo menos 1.5 quilómetros de estradas em todas as comunas  ( Celenga, Catata e Cuima) para impulsionar o seu crescimento sócio-económico, numa altura em que cinco, das sete acções, já se encontram em execução, enquanto as outras duas devem iniciar nos próximos dias.
Das acções em curso, segundo Francisco Jamba Kata, constam a conclusão das obras de reabilitação e apetrechamento do Palácio do administrador municipal, paralisadas desde 2015.
Caála com mais saúde
O administrador disse estarem igualmente em curso as obras de reabilitação dos centros de saúde das comunas da Calenga, Catata e Cuima, tendo em conta a melhoria das condições das infra-estruturas sanitárias, para garantir uma assistência médica e medicamentosa de qualidade.
Construído em 2007, com 38 profissionais, dos quais duas médicas, as obras de reabilitação do centro de saúde da comuna da Calenga devem estar concluídas nos próximos seis meses, assim como as do Cuima e da Catata.
O Sistema de Saúde no município da Caála conta com 31 unidades sanitárias, sendo um hospital municipal, quatro centros de saúde, um materno-infantil e 25 postos médicos, onde trabalham 530 funcionários, 30 dos quais médicos, 410 enfermeiros, 38 técnicos de diagnóstico terapêutico e outros de apoio hospitalar
Paralelamente ao PIIM, as autoridades do município estão empenhadas na sensibilização da população local de pintar as suas residências, lojas e outros imóveis, com objectivo de dar um novo rosto e, por conseguinte, conquistar o espaço que lhe é merecido como uma das localidades da província do Huambo que mais encantou o colonialista português.
Fruto deste trabalho, quem visita esta municipalidade, cuja sede localiza-se a 23 quilómetros da capital da província do Huambo, depara-se, logo, com a nova realidade e uma nova dinâmica com que se desenvolve a vida.
O PIIM, uma iniciativa do Governo angolano no quadro do processo de desconcentração e descentralização administrativa, abrange os 164 municípios do país e prevê a construção de diversas infra-estruturas com o impacto directo na vida do cidadão.
Conhecido no passado como “Rainha do Milho”, o município da Caála, com três mil e 680 metros quadros de extensão territorial, possui 331 mil e 224 habitantes, que demonstram grande dinamismo e um olham para o futuro com muita confiança e determinação.
Com tecnologia do Blogger.