Header Ads


Covid-19: LIMA deve envolver-se mais no combate à pandemia, diz secretário provincial do Huambo - Portal Vany Musik

POR: Estevão Ngundia

Huambo - O envolvimento mais activo da organização feminina da Unita (LIMA) nas estratégias do Governo angolano de combate à pandemia covid-19, mediante ao cumprimento rigoroso e divulgação das medidas de prevenção, foi defendido hoje, sexta-feira, na província do Huambo.
O facto foi expresso pelo secretário da Unita nesta região, Alcino Jonas Kuvalela, durante a conferência provincial preparatória do IV Congresso Ordinário da LIMA, a decorrer no planalto central, entre os dias 27 e 28 deste mês.
Na ocasião, referiu que o mundo e Angola, de forma particular, enfrentam um momento bastante difícil devido à covid-19, implicando a cada angolano disciplina e educação, para observar a risca  todas as orientações impostas pelas autoridades sanitárias e as directivas sobre o Estado de Calamidade, que vigora actualmente em todo país.
Por isso, destacou que a LIMA, enquanto baluarte do partido, que congrega mulheres como maior franja da população angolana, deve abraçar este desafio contribuindo na sensibilização da população sobre a importância do cumprimento das medidas de prevenção, começando mesmo nas suas famílias.
“Todo cuidado é pouco, o inimigo é invisível, bastante contagiante e mortal, para além de comprometer o progresso de qualquer organização e do país, em geral”, lembrou o dirigente da Unita na província do Huambo.
Alcino Jonas Kuvalela recomendou igualmente as militantes da LIMA a terem um espírito animador na luta para o alcance dos ideais e direitos das mulheres angolanas, em prol da sua emancipação e melhoria das suas condições sociais.
A conferência provincial da LIMA, na qual participaram 100 conferencistas dos 11 municípios, visa eleger as novos membros do comité nacional da organização e das delegadas ao IV Congresso.
Com previsão de ser realizado por vídeo-conferência, em função da cerca sanitária decretada para a província de Luanda, epicentro da pandemia no país, o IV congresso ordinário da LIMA vai eleger a nova presidente do movimento feminino da UNITA, fundada a 18 de Junho de 1972.
Com tecnologia do Blogger.